Obrigado pela visita! - "Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina". (Cora Coralina).
Hoje é


Quer ser aprovado no ENEM-2016, Vestibulares e Concursos Públicos? É muito fácil - Para saber mais: →

Translate

quinta-feira, 22 de setembro de 2016

A Profissão de Matemático!

Muitos têm dificuldade em entender as diferenças existentes entre a profissão de Matemático e a de Professor de Matemática, e alguns ainda acham que ambas são sinônimos, mas embora sejam muito parecidas, na verdade elas são distintas por desempenhar atividades diferentes. O professor desta importante disciplina escolar que também é chamado de educador em Matemática é responsável pela atividade do ensino e aprendizagem de matemática, trabalhando em escolas públicas ou privadas. Já o matemático pode trabalhar com a pesquisa nas universidades e em empresas públicas ou privadas, usando seus conhecimentos de matemática para propor inovações tecnológicas, criar soluções e produtos inerentes. Ao discutirmos sobre as concepções do ensino de Matemática nas escolas brasileiras, devemos refletir sobre a necessidade de melhorias no processo de desenvolvimento profissional dos professores de matemática, que hoje estão carentes de soluções para melhorar a qualidade do aprendizado desta importante disciplina com maior foco no ensino médio. Inicialmente podemos definir a Matemática como uma área da ciência exata que estuda os números, as quantidades, o espaço, as relações abstratas e lógicas aplicadas aos símbolos. O profissional chamado de matemático, como falamos anteriormente, usa os conhecimentos da lógica na formulação de teorias e no teste de hipóteses e ainda desenvolve aplicações dos cálculos na pesquisa pura e na ciência aplicada. Em seus trabalhos, assim como na pesquisa, ele cria teorias, fórmulas e bancos de dados para interpretar e solucionar problemas de desenvolvimento de muitos produtos comerciais, industriais, como na produção e logística, atuando em empresas comerciais, industriais e de serviços, tanto no setor público como privado. Por ser um profissional bastante criativo e versátil, ele pode trabalhar nas mais variadas áreas, como econômica, financeira, tecnológica, de física e pesquisa, entre outras. 

O professor de Matemática que fez o curso de graduação de licenciatura em Matemática está habilitado a lecionar nos ensinos Fundamental e Médio. Hoje existe uma carência enorme de professores de Matemática em nosso país, principalmente nas escolas públicas e privadas que envolvem o ensino básico. Por isso, raramente um bom profissional desta área fica sem emprego, mas existe um enorme desafio em nosso país, que é ensinar seus alunos com qualidade, elevando-se os índices educacionais, o que não tem sido alcançado nos últimos anos e cujas metas e métodos deverão ser revistos, principalmente no nível médio de conhecimentos.

Mas, voltando ao Matemático, se ele quiser escolher a pesquisa ou o ensino superior, ele pode fazer o Bacharelado em Matemática, depois Mestrado, Doutorado, etc. e se dedicar ao desenvolvimento de pesquisas ou ainda lecionar no ensino superior. Existe muitas oportunidades também na área privada, notadamente nas finanças, pois ele pode desenvolver projetos e sistemas usando seus profundos conhecimentos em porcentagens, taxas, juros, previsões e probabilidades, etc.

Existem muitos outros nichos, onde o matemático pode desempenhar suas atividades e competências, colaborando ativamente com seus conhecimentos em setores como:

a) Otimização de Produtos – Realizando testes e simulando a funcionalidade das embalagens dos produtos, propondo modelos e formas para otimizar sua forma de comercialização e estocagem.

b) Processos Produtivos – Ele deve orientar e otimizar os processos de produção dos mais variados produtos, agindo para evitar desperdícios, gerenciando a cadeia de suprimentos e atuando na modelagem de sistemas de produção, garantindo preços competitivos e otimizando resultados.

c) Gerenciamento do Meio Ambiente – Estamos acostumados em ouvir, produto ecologicamente correto, então podemos criar embalagens, modelos e formas, usando materiais recicláveis, com o objetivo de auxiliar as decisões a respeito de produtos ou processos que causam menos danos ao meio ambiente.

d) Produtos de Saúde usando a Biomatemática – Este profissional da matemática também poderá atuar na recuperação de imagens obtidas por exames como tomografias e ressonâncias magnéticas, inclusive quantificando a leitura de imagens de ultrassonografia.

e) Suporte para as Ciências Computacionais – É uma área que cresce assustadoramente nos últimos anos. Existe muitas aplicações da Matemática que nos ajudam a criar algoritmos para software e que também poderia traduzir modelos matemáticos para incrementar a linguagem computacional. 

O Matemático pode ganhar muito dinheiro no Brasil?

Muitos Matemáticos trabalham prestando consultorias técnicas, elaborando modelos matemáticos e lógicos, identificando problemas e situações de interesse, propondo soluções e resolvendo questões específicas vivenciadas pelas empresas e corporações. Alem dessas atividades, encontramos muitos profissionais trabalhando com métodos e técnicas, criando métodos, descrevendo modelos em linguagem simbólica da matemática, processando simulações computacionais, validando, documentando, implementando e refinando modelos. Existem aqueles que têm níveis mais elevados de formação e que realizam atividades de pesquisa em matemática, tratando dados e informações, e desenvolvendo produtos e sistemas muito úteis em empresas de todos os tipos.


Em pesquisas que fizemos utilizando-se a rede de computadores, o salário médio de um profissional matemático, gira na faixa de R$ 2.000,00 até R$ 10.000,00, mas na média, segundo uma grande empresa de RH (Recursos Humanos), o salário nessa data, está fixado em torno de R$ 3.546,00, mas existem relatos de profissionais que ganham salários mais elevados e outros que desenvolvem projetos mais ousados, os quais estão atuando no mercado financeiro, trabalhando em corretoras e grandes instituições financeiras inerentes, notadamente em ações e aplicações financeiras e econômicas que ganham somas ainda maiores, mas esses profissionais são raros, têm conhecimentos específicos e são especialistas competentes, cujos conhecimentos propiciam grandes lucros e aumentam o desempenho dessas empresas e corporações e que por isso são muito procurados e valorizados por elas. 

Nossa Opinião!





Temos plena convicção de que todo bom profissional da matemática, assim como das demais áreas do conhecimento, sempre vão encontrar mercado, sendo muito valorizado pelas empresas que necessitam de seu trabalho, pois eles as ajudam a alavancar seus lucros, mas ele deve ter boa comunicação e saber se expressar com objetividade e clareza, além de ter muita disciplina e organização para se concentrar no trabalho e desenvolver produtos que sejam inovadores e que podem resolver problemas, ou ainda otimizar sistemas e processos. Aquele que optar pela área da tecnologia e linguagens de programação, estará trabalhado com a Matemática Aplicada, certamente numa importante área tecnológica que está em constante crescimento em todo o mundo e que paga elevados salários aos bons profissionais que se destacam neste ramo.

Atenção!
Se quiser encontrar outro artigo que fala do perfil dos professores, sugerimos acessar nosso artigo chamado: O Perfil dos Profissionais da Educação no Brasil e garantimos que vai ficar surpreso com o conteúdo.

Espero que tenham gostado do artigo e que o compartilhe com seus amigos e demais pessoas que necessitam de orientação e suporte. Para isso, sugerimos usar o atalho para as redes sociais que estão presentes ao final do texto, ou indicar NOSSO ENDEREÇO aos mesmos.

Finalizando, convidamos o leitor para nos ajudar na divulgação e fortalecimento do site, cadastrando-se gratuitamente como seguidor deste importante espaço educativo.

Desde já, agradecemos pela visita e apoio. Muito obrigado!
A Matemática Aqui é Simples e Descomplicada!









segunda-feira, 19 de setembro de 2016

O Ensino Médio de Matemática!

O APRENDIZADO DE MATEMÁTICA NO ENSINO MÉDIO!
Hoje, o maior problema relacionado com o aprendizado e a educação no Brasil, de acordo com os últimos resultados apurados do IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) envolve o Ensino Médio de Matemática. Os problemas relacionados com o ensino e aprendizagem de Matemática são imensos e refletem a falta de incentivo por parte dos gestores e do governo, que sinaliza pela falta de recursos e de valorização dos profissionais envolvidos com a educação em nosso país. Muitos atribuem essas dificuldades, os descasos e desmandos da Educação, de forma totalmente equivocada aos professores, incluindo de forma mais evidente o professor de Matemática por ser o foco principal nesse processo. O principal papel do professor de Matemática, nos tempos atuais em que surgem inúmeros recursos tecnológicos que são disponibilizados a todos, tais como celulares de última geração que fotografam, filmam e acessam a internet, smartphones, tablets, entre outras tecnologias, e com as quais os alunos estão familiarizados, sendo que muitas vezes nossos professores não estão habilitados em lidar com toda essas inovações tecnológicas, pois esses recursos não estavam disponíveis na formação acadêmica desses profissionais. Então, como inovar e desenvolver nestes alunos, a motivação necessária aos estudos convencionais, em que eles devem escrever, fazer contas manuais e não simplesmente digitar os dados numa tela ou teclado, e assim resolver seus problemas como num passe de mágicas. 

Quando focamos o ciclo que envolve o ensino médio, algumas capacidades básicas são de fundamental importância na formação do aluno, tais como desenvolver as seguintes habilidades: facilidade em se comunicar nas várias linguagens e idiomas mais usados, capacidade para observar, investigar, interpretar, resolver e elaborar situações problemas, realizando as tomadas de decisões inerentes e, estabelecendo boas estratégias e procedimentos, adquirindo e aperfeiçoando os conhecimentos necessários, sempre buscando os valores sociais e pessoais, inclusive desenvolvendo trabalhos de forma solidária e cooperativa, assim como ter a consciência de estar sempre aprendendo de forma convencional ou estudando sozinho como autodidata. 

Os alunos quando cursaram o ensino fundamental, provavelmente já tiveram contato com problemas e algumas situações matemáticas básicas, aprendendo formas de resolver questões tratadas em certos conteúdos, como aquelas envolvendo os conjuntos numéricos, introdução à Álgebra, construção de gráficos, ideias intuitivas de probabilidade, grandezas proporcionais e inversas, noções elementares de Matemática Financeira, porcentagem, introdução ao estudo de funções, a geometria das figuras planas e algumas outras formas geométricas. Mas, agora eles estão no ensino médio, em que tais conceitos básicos serão retomados e revistos, no intuito de aprofundar mais esses conhecimentos, estudando novos temas e vão se expor a novos desafios. Essa nova modalidade de ensino exige um maior raciocínio deles, sempre na busca por soluções de problemas um pouco mais complexos, pois a realidade que nos cerca no mundo globalizado e competitivo exigirá deste aluno e futuro cidadão, fundamentos como generalizar, abstrair, analisar e interpretar, usando um modelo instrumental matemático, resolvendo problemas cada vez mais específicos, onde eles deverão saber lidar com a tecnologia e rotinas cada vez mais informatizadas. Esses futuros empregados vão encontrar algumas empresas que exigirão habilidades e capacidades que muitas vezes não são ensinadas formalmente na escola convencional e que eles serão obrigados a adquirir de muitas outras formas, usando habilidades que poderão ser adquiridas empiricamente e até informalmente.

Podemos dizer que a Matemática, vista no ensino médio possui duas vertentes importantes: uma delas é formativa, e que auxiliará todos aprendizes na organização do pensamento, na organização do raciocínio lógico; e uma outra de ordem geral, capaz de proporcionar aplicações cotidianas, preparando esses jovens e demais envolvidos ao estudo de outras áreas do conhecimento, seja para praticar atividades profissionais ou mesmo para seguir os estudos em níveis superiores, assim como obter sucesso nos cursos de formação técnicos profissionalizantes. 

Importante: Aqui em nosso site, você vai encontrar muitos artigos relacionados com o aprendizado da Matemática em nível médio de conhecimentos, bastando acessar nosso marcador chamado: Ensino Médio! 

CONCLUSÃO!





Temos plena convicção que todos professores, englobando todas as áreas que atuam no ensino médio, possuem grande influência na vida e carreira a ser seguida pelo jovem estudante, sendo um norteador do conhecimento e articulador das ideias correlacionadas com outras áreas do conhecimento. Muitos jovens alunos vão seguir seus estudos, em níveis mais avançados e muitas vezes estão indecisos e confusos nessa fase importantíssima da vida e quase sempre necessitam de apoio e suporte, como obter um conselho que pode mudar sua vida profissional para melhor ou até mesmo para pior, caso suas escolhas não sejam adequadas. Certamente o papel do professor do ensino médio atua sempre como um verdadeiro mediador do conhecimento e muitas vezes como psicologo desses jovens que são carentes e que necessitam de apoio nessa importante fase educativa.

Finalizando, esperamos que tenham gostado do artigo e que o divulguem aos seus amigos e pares. Para isso, use o atalho para as redes sociais que estão presentes ao final do texto ou divulgue nosso endereço aos mesmos.

Atenção!
Caso tenha ficado alguma dúvida sobre o texto, ou mesmo se quiser deixar sua opinião sobre o tema, poste um comentário ao final da matéria, que teremos o maior prazer em responder e publicar.
Gostaríamos de convidar o caro leitor a se cadastrar gratuitamente como seguidor do Blog e assim, sempre receber nossos artigos na comodidade de sua casa.
Aproveitamos finalmente para agradecer muito a sua visita e apoio. Muito obrigado!
A Matemática Aqui é Simples e Descomplicada!






Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...