Muito Obrigado pela visita! Aproveite para se cadastrar gratuitamente como seguidor(a).

Aqui em nosso Blog você vai encontrar mais de 400 artigos relacionados com a Matemática e Educação. Acesse e compartilhe!
Hoje é


Conheça algumas preciosas dicas de inovação que o professor deveria utilizar em sala de aula - Para acessar: →

Translate

sábado, 18 de outubro de 2014

O Universo é Finito ou Infinito?

E Você, o Que Acha Sobre o Tamanho do Universo?
A resposta para essa pergunta ainda é uma grande incógnita, ou seja, ainda não sabemos seguramente o que ocorre com o nosso universo, sendo que ele já foi alvo de muitas especulações, com respostas ambíguas e sem comprovação pelos cientistas e pesquisadores até nossos dias atuais. Durante muitos e muitos anos e até aqui, a resposta entre finito e infinito, em relação ao tamanho do nosso universo vêm oscilando, isso há quase 2500 anos. A ideia de que ele seja infinito e agregaria inúmeros mundos foi atribuida por alguns filósofos pré-socráticos gregos como Demócrito, mas isso foi rejeitado pelo grande filósofo e sábio da antiguidade chamado Aristóteles que dizia que o mundo seria finito e que, segundo ele, ainda não existiria nenhuma quantidade infinita.  Ele também afirmava que só poderia haver infinidades potenciais, contudo a questão não ficou resolvida definitivamente.  A questão voltou a tona com o filósofo grego Epicuro, que defendia o sistema de Demócrito como base na sua filosofia de que o mundo seria infinito mesmo e afirmara todas essas ideias através do poema romano de autoria de Lucrécio chamado: "Sobre a natureza das coisas" que é tido como um livro, contendo muitas páginas envolvendo esse assunto.

Aristóteles
Durante toda a idade média, as ideias de Aristóteles, por força da grande ascendência dele no período, prevaleceram e todos acreditavam piamente, de que o mundo seria finito, cujo fato foi defendido por muitas personalidades daquela época e até tornou-se parte da doutrina da igreja naquela ocasião.  Naqueles tempos, quando as ideias dos filósofos pré-socráticos, afloraram e eles começaram a defender a doutrina sobre a pluralidade dos mundos, ela foi julgada herética pela igreja que não concordava com a ideia e afirmava que o universo seria finito de acordo com o filósofo e pensador Aristóteles (figura ao lado). Mas, não demorou muito para que as coisas oscilassem novamente. Já no século XVII, a ideia de que o mundo fosse infinito voltou a ser um fato aceito como comum.  Essa mesma vacilação foi percebida no século XX. Sabemos que houve fases em que os cientistas afirmavam que o universo seria finito e outras em que o fato seria o oposto.  É fato que muitos indícios empíricos favoreceram fortemente a defesa de um mundo tido como infinito e que foi defendido por muitos cientistas e pesquisadores, mas até o momento nada disso foi provado cientificamente. 

Conclusão:

Albert Einstein
Um dos maiores objetivos da cosmologia, que é a ciência que estuda o Universo é o de descobrir a resposta para essa pergunta, a qual intriga a todos nós até hoje. As observações empíricas sugerem que o universo seria infinito, mas esses dados não são totalmente confiáveis. Hoje, com base na Teoria da Relatividade (Albert Einstein), os cientistas deram um passo muito grande para a resposta a essa pergunta, pois eles descobriram uma fórmula para estudar os limites do Cosmos. Depois de milhões de cálculos e com a ajuda do computador, a conclusão sugere que ele seria infinito, mas esse ainda é um estudo muito inicial e passível de mudança. Segundo algumas teorias, elas afirmam que conhecemos apenas 5% do total do universo e ainda que conseguimos medir isso de forma superficial, uma vez que os buracos negros não puderam ser auferidos, por falta de conhecimento deles e que faltam ainda, conhecermos o restante ou seja, os 95% faltantes, para termos uma conclusão mais confiável.  A conclusão inicial dos cientistas é a de que o Cosmos seria infinito, mas esse estudo ainda está engatinhando. Outros pesquisadores e cientistas atualmente afirmam que o universo encontra-se em expansão contínua, com o surgimento de muitos corpos celestes a cada instante. Quando ocorrer a descoberta final, esse parecer poderá até mudar radicalmente  e apontar, quem sabe, para um universo finito. Casso isso venha a acontecer, teremos uma outra pergunta também muito difícil de ser solucionada: o que virá depois do Universo?  E, você o que pensa sobre isso, deixe seu comentário abaixo...

A Matemática Aqui é Simples e Descomplicada!





3 comentários:

  1. Acho que ele é infinito e encontra-se em expansão ainda ...
    Abraços!

    ResponderExcluir
  2. Tenho dúvidas, mas acho que ele deve ser finito, pois tudo tem um começo e final.

    ResponderExcluir
  3. Esta tese da expansão pra mim é a pior delas.
    Afirmar que está em expansão é o mesmo que dizer que o universo é finito, além de concluir que há outro "universo" ou outro "lugar". Pois ele tem que se expandir de algum lugar para outro. Portanto, como ele se expande, ele é finito. Infinito seria o lugar pra onde ele estaria expandindo. Aí cria-se outro problema.
    Na verdade, nós nunca saberemos.

    ResponderExcluir

Ficou alguma dúvida sobre a postagem acima ou quer deixar uma sugestão?
Escreva seu comentário no espaço apropriado, seja para elogiar, criticar ou expor dúvidas, que publicaremos e responderemos o mais rápido possível.

Atenção: Serão excluídos os comentários contendo propagandas e também aqueles que faltem com o respeito e educação a qualquer usuário do Blog ou, os que venham induzir nosso leitor a acessar conteúdos impróprios e eticamente não recomendados. Desde já, agradecemos sua participação!




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...