Agradecemos sua visita. Aproveite para se cadastrar gratuitamente como seguidor(a).

Aqui a Matemática é Simples e Descomplicada! Acesse, comente e compartilhe nossos artigos.
Hoje é


Conheça Dicas Preciosas para Estudar e Fazer uma Boa Redação no ENEM! - Para acessar: →

Translate

terça-feira, 10 de março de 2015

Dicas de Baixo Custo para o Ensino Lúdico da Matemática

Dicas de Baixo Custo para o Ensino de Matemática!
Se você quiser ensinar matemática de uma forma lúdica e divertida com jogos e brincadeiras, usando de materiais de baixo ou nenhum custo e obter muito sucesso com os baixinhoes e também no aprendizado, preste atenção nas nossas dicas que estão descritas nesta matéria. Salientamos que basta você ter muita disposição e boa vontade para a aplicação com sucesso delas. Enfatizamos que você deve pedir sempre o apoio dos pais e responsáveis pelas crianças ou alunos em idade escolar envolvidos e que encontram-se cursando o ensino infantil ou fundamental. É possível proporcionar aos educandos o gosto e o aprendizado da matemática, usando-se de algumas técnicas sem gastar quase nada e que farão muito sucesso e toda a diferença nos ensinamentos desta e outras matérias relacionadas. Frisamos que não é preciso comprar jogos complicados, caros e nem recorrer a métodos mirabolantes, os quais quase sempre são destruídos, e deixados de lado pelos menores participantes do processo. Os melhores métodos e materiais que você, como educador ou responsável pode usar no convívio e educação de uma criança, e que se encontra em idade escolar, é motivá-las, sempre, as incentivando aos estudos e cuidando para o desenvolvimento e gosto pelas habilidades matemáticas que cada jogo ou brincadeira proporciona. 

Um dos exemplos que você poderia aplicar é o famoso jogo de palitos, como o que vemos na figura acima, ou seja, use apenas 6 palitos e peça a eles que construam o número 22 que tem como resposta o número XXII em número romano (atividade a ser proposta para alunos da 1ª a 4ª série do Ensino Fundamental e que já aprenderam o conceito de numeral e que estão aprendendo os algarismos numéricos). Outras sugestões são: fazer o número 8 com 7 palitos. Fazer uma pá de lixo com apenas 4 palitos, etc.  Você também pode usar os palitos, para pedir que construam figuras geométricas com eles, como: triângulo, quadrado, losango, trapézio, entre outros. Outro exemplo prático, que podemos usar é trabalhar com massinhas coloridas e pedir às crianças que construam objetos e figuras diversas como: sólidos geométricos, figuras planas,  entre outros. Aproveite o momento, para passar conceitos sobre os conteúdos envolvidos, colocando problemas como achar o perímeto, volume, área, etc. Complementando o assunto ora tratado, esclarecemos que trabalhar com jogos e brincadeiras já foi matéria abordada aqui neste espaço com muito sucesso, se quiser acessar, clique aqui!  Para você aproveitar ainda mais esta iniciativa, aconselhamos adotar, além destas sugestões, também as seguintes atitudes que serão muito úteis para consolidar o aprendizado:







A) Uso de apenas as mãos para lidar com materiais concretos;
B) Descoberta de padrões, lados, etc. por eles mesmos;
C) Faça perguntas que motivem o aprendizado;
D) Incentive-os para resolver problemas.

Acredito sempre que os conceitos matemáticos que as crianças devem entender em idade infantil são muito importantes para o resto de suas vidas e incluem entre outras: a comparação, a contagem, os padrões, etc. Em suas atividades diárias, durante o convívio diário com as crianças, mesmo enquanto elas brincam, ou tomam suas refeições e relacionam-se com seus pares, tudo isso irão promover o aprendizado matemático e também de outras áreas do conhecimento.  Por isso, sempre que possível, promova estas seguintes atitudes, como:

1. Comparação: maior, menor, médio, mais longo, mais curto, mais pesado, mais leve;
A ideia de comparação ajudará as crianças a desenvolverem habilidades de medição e aprendizado diversos como comparar, medir, somar, subtrair, etc.

2. Classificação: por tipo, cor, forma, textura, tamanho;
Na classificação de objetos, existe o incentivo das crianças para pensar de forma analítica e geométrica.

3. Padronização: Qual figura que vem a seguir? Qual é o padrão adotado? Você consegue adivinhar o padrão que seu colega usou?
O trabalho com os padrões faz com que as crianças comecem a pensar em simetria e com a multiplicação.

4. Contagem: um de cada vez, para frente, para trás, pular um, pular dois, na contagem;
No aprendizado da contagem, ensinamos a importância do sistema de números e reforça também as habilidades de adição, subtração, multiplicação e da divisão.

Sabemos que hoje o mundo tecnológico, também pode ajudar no ensino da matemática e não devemos desprezar de forma alguma a informática para educar. Mas, temos outras maneiras simples e eficientes, para ensinar as habilidades matemáticas que serão muito importantes também. Como nosso foco aqui é usar os materiais do nosso cotidiano, propomos aguçar a curiosidade das crianças, para você ver o resultado e surpreender-se! Elencamos abaixo, algumas atividades que você pode realizar com os seus baixinhos:

Atividades de Comparação:
Coloque vários objetos diferentes em uma caixa de papelão, que pode ser: uma laranja, uma esponja, chaves, um ursinho de pelúcia, etc. Com os olhos fechados, peça para uma criança desenhar dois objetos a partir desta observação.  Leve-os a descobrir qual é o maior, o mais pesado, ou o mais suave.
Posicione dois obstáculos ou brinquedos e peça para eles observarem os comprimentos ou a distância entre eles. Faça comparação entre as distâncias, colocando as peças mais próximas uma das outras.
Usando diversos materiais como: penas, pedras, isopor, entre outros e soltando-os de uma mesma altura e ao mesmo tempo.  Você pode perguntar aos alunos, qual delas vai pousar em primeiro lugar e por quê?

Atividades na classificação:
Você já deve ter assistido na tv se um objeto boia ou afunda. Faça o mesmo raciocínio com as crianças, use objetos diversos como: madeira, pedra, papel, tecidos, esponjas, etc, e peça a opinião das crianças. Em seguida, certifique o que acontece quando colocados na água, para ver se as previsões das crianças eram corretas.  Explique porque isso ocorre!
Incentive as crianças a nomear grupos de coisas ou atividades. Por exemplo, comidas que mais gostam, roupas mais bonitas, animais maiores que conhecem, etc.
Peça para elas trazerem diferentes tipos de botões ou rosas para a aula. Peça para classificar os botões e as rosas de acordo com a cor, com a textura, o número de pétalas, o perfume, etc.

Atividades de Padronização:
Peça às crianças que façam um desenho padronizado e, em seguida, fazer uma moldura decorativa, utilizando diferentes tipos de massas. O quadro deve ter um certo padrão como: dois animais, três carros, quatro aves, ...

Atividades de Contagem:
Você pode fazer um bolo usando areia ou uma massinha qualquer, com alguns fósforos, paus, penas, etc. simbolizando velas. Peça às crianças que contem as “velas”  como se eles fossem para indicar a quantidade de anos da pessoa, etc.
Use também materiais que são feitos em pares (sapatos, botas, luvas, meias, brincos). Sempre faça a contagem em voz alta para que eles se familiarizem com a ideia de contagem.

Modos para incentivar a aprendizagem
Quando as crianças estão envolvidas em algumas atividades lúdicas, aproveite a oportunidade para aumentar o raciocínio delas, fazendo perguntas, tais como:
O que você acha que vai acontecer se você colocar mais peso para um lado, como fica a balança?  Escreva a equação ou a inequação decorrente disto.
Por que você acha que um foi mais rápido do que o outro?
Estas formas são iguais ou diferentes?
O que os objetos deste grupo têm em comum?
Como você descobriu isso?
Qual é o padrão, que você percebe?
Quanto mais você precisa para totalizar 10? 

Conclusão:

Quando você explorar conceitos matemáticos com as crianças menores e também com os adolescentes, usando-se uma forma lúdica e com materiais usados em seu cotidiano, tudo é aprendido com mais gosto e de forma mais intensa.  Promover uma atitude de alegria e fascinação com os números, também vão incentivar as crianças a adotar, em vez do medo, o gosto pela matemática. Quando combinamos a curiosidade das crianças sobre o seu mundo com um ambiente cheio de materiais e experiências manuais, você estará ajudando a desenvolver e criar nos alunos uma facilidade com a disciplina ao longo de toda a sua vida.  Em nosso blog, além destas técnicas ora abordadas, aconselhamos você acessar todo material que já divulgamos na categoria Pedagogia na Matemática!. Se quiser comentar, criticar, acrescentar alguma outra dica ou deixar uma sugestão, use o espaço abaixo que desde já agradecemos.
A Matemática Aqui é Simples e Descomplicada!




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ficou alguma dúvida sobre a postagem acima ou quer deixar uma sugestão?
Escreva seu comentário no espaço apropriado, seja para elogiar, criticar ou expor dúvidas, que publicaremos e responderemos o mais rápido possível.

Atenção: Serão excluídos os comentários contendo propagandas e também aqueles que faltem com o respeito e educação a qualquer usuário do Blog ou, os que venham induzir nosso leitor a acessar conteúdos impróprios e eticamente não recomendados. Desde já, agradecemos sua participação!




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...