Muito Obrigado pela visita. Aproveite para se cadastrar gratuitamente como seguidor(a)!

"A Educação é a arma mais poderosa que podemos usar para mudar o mundo" (Nelson Mandela)
Hoje é


Saiba como se desenvolveu a Matemática, dos primórdios até chegar aos nossos dias atuais! - Para acessar: →

Translate

segunda-feira, 16 de novembro de 2015

As Aplicações da Matemática na Medicina!

Matemática Aplicada na Medicina!
A Matemática, embora seja uma disciplina da área das exatas, tem aplicações em várias outras ciências, dentre as quais destacamos talvez a mais importante das ciências sociais que é na Medicina. Por isso, torna-se essencial ter um conhecimento básico de seus principais ensinamentos, regras e conteúdos, como os que figuram na lista abaixo. Logo, dominá-los por completo, pode fazer toda a diferença para qualquer profissional envolvido nesta área tão humanizada chamada Medicina e até mesmo para os demais trabalhadores. Quando focamos na Medicina, todo profissional envolvido neste trabalho, seja médico, enfermeiro, fisioterapeuta, etc. deverão conhecer as habilidades matemáticas mais básicas de que vão precisar para desenvolverem satisfatoriamente suas funções neste ramo profissional, tais como:

1. Conhecimento matemático básico suficiente para receitar e calcular doses de medicamentos, concentrações de soluções, porcentagem de substâncias, com segurança e com critérios destacados, etc.

2. Compreensão dos conceitos fundamentais estatísticos e uso de dados mais comumente representados na literatura médica.

3. Conhecimento de álgebra para entender como são feitos os vários cálculos como por exemplo, do estado ácido-base, etc.

4. Capacidade para apreciar e compreender os resultados dos exames e demais orientações destacadas em planilhas, gráficos, são matematicamente plausíveis.

5. Entendimento da linguagem matemática usada nas planilhas e gráficos diversos envolvendo exames, doenças, números diversos, etc.

6. Saber calcular as áreas de figuras geométricas planas, assim como volume dos sólidos e ter conhecimento de escalas usadas em distâncias, áreas e volumes. 

7. Ter noções de estatística, probabilidade, assim como conhecer medidas de tendência central, como media, mediana e moda.

8.  Saber realizar cálculos com frações, porcentagem e regra de três simples e compostas.

9. Saber o conhecimento básico das operações aritméticas, ou seja, conhecer as 4 operações básicas e suas propriedades fundamentais.

10. Finalmente, saber usar  corretamente os valores lógicos das preposições, da tabela verdade e principalmente ter conhecimento de um conteúdo importantíssimo que se chama raciocínio lógico matemático.

Sabemos que o raciocínio lógico da matemática, é tido como um elemento essencial para ser aplicado também no raciocínio clínico, envolvendo diagnóstico e várias questões de saúde. Embora com toda tecnologia hoje existente, onde o profissional busca informações complementares em sofisticados exames clínicos, contudo um bom médico além de saber ler, interpretar e detalhar estes exames, ele muitas vezes tem de usar o famoso raciocínio clínico, baseado nos sintomas que seu paciente relata para diagnosticar corretamente o estado de saúde dele. Veja que o médico deve utilizar um raciocínio lógico dedutivo, buscando encontrar padrões de comportamentos clínicos (histórico, sintomas, exames físico e complementares) compatíveis com os diagnósticos mais prováveis. Cada nova informação ou sintoma pode confirmar uma suspeita e eliminar outra, muitas vezes montando-se um verdadeiro quebra-cabeça para se chegar a uma conclusão coerente do que se passa realmente com o doente, e isso com certeza é muito visto e aprendido em lógica matemática. 

Embora você não precise dos conceitos que envolvem uma matemática em nível superior para desenvolver satisfatoriamente a profissão na medicina, contudo saber o básico em Matemática, como ter capacidade e agilidade para manipular os números, incluindo frações, porcentagens, regra de três, razões, potências de 10 e logaritmos são extremamente necessários para isso. Também é muito benéfico, ter um entendimento básico de probabilidade, conseguir ler e analisar corretamente os gráficos, dominar a álgebra básica, como equações simples, assim como reorganizar e trabalhar com dados e saber converter eles entre unidades de medida são extremamente importantes e que ajudarão este profissional no exercício de sua profissão com maior destaque. Ressaltamos que muitos dos conteúdos aqui mencionados, você vai encontrar pesquisando aqui em nosso site, e que muito deles já deixamos o link para facilitar o acesso.
Temos consciência que muitos que escolhem a Medicina, não gostam de trabalhar com números e operações da matemática, e que talvez escolheram ou optaram por esta área, por não simpatizar com essas habilidades envolvendo esta disciplina. Se você foi um deles, temos uma péssima noticia a lhe dar, a Matemática se faz presente em quase tudo que for fazer, pois saiba que sem ela, seremos classificados como analfabetos funcionais, ou até poderemos ser enquadrados como pseudo-profissionais. Para conhecer mais detalhes sobre o analfabetismo funcional que hoje assola milhões de brasileiros, entre eles muitos com nível superior, veja nosso post “As causas do analfabetismo funcional no Brasil”, garanto que vai gostar do que ler e verá as razões porque muitas empresas buscam mão de obra estrangeira para compor seus quadros de recursos humanos, tendo em vista que a qualidade da educação em nosso país infelizmente vêm se deteriorando, embora tenha diminuído o número de analfabetos absolutos ultimamente. 

Exemplos práticos de algumas aplicações da Matemática na Medicina:






1. O cálculo o IMC – Índice de massa corpórea, que é obtido quando dividimos o peso de uma pessoa (em quilogramas), pela medida da altura (em metros) elevada ao quadrado. Ele serve para identificar se uma pessoa está com seu peso dentro dos padrões mundialmente aceitos pela OMS(Organização Mundial da Saúde), ou para verificar distorções, como: Abaixo do Peso Ideal, Peso Normal ou Ideal, Obesidade nos níveis I a III, Obesidade Mórbida, etc. Veja que os resultados são aplicados para uma pessoa adulta e aqui no blog você vai encontrar muitos exemplos sobre o seu uso, bastando acessar nosso post chamado: A Obesidade na Visão da Matemática!

2. Num receituário médico para uso de certo medicamento, cujo frasco continha meio litro dele, e  sabendo-se que deverão ser usados 1 dose de uma colher de sopa, 2 vezes ao dia. Então, por quantos dias, teremos quantidade suficiente para o uso deste medicamento?
Note que meio litro representa 500 ml, enquanto que uma colher de sopa representa 15 ml, então como usamos diariamente 2 colheres, teremos 2x15 = 30 ml/dia. Logo, para saber a quantidade de dias, basta dividir 500 por 30 ou seja, 500/30 = 16,66.  Logo, este medicamente dará para aproximadamente 16 dias.

CONCLUSÃO:
Hoje vemos que todo profissional da medicina, necessita cada vez mais de outros aprendizados para desenvolver com sucesso sua função. Então, saber Matemática, Química, Informática, ou escrever com clareza, dominar a microinformática, entre outros conhecimentos são de extrema necessidade para desenvolver satisfatoriamente sua profissão. Por exemplo, saber usar muitos recursos tecnológicos, como vídeo conferência, uso de softwares específicos para realizar certos exames e até para fazer certas cirurgias, muitas vezes são necessários ter conhecimentos cada vez mais automatizados. 

Contudo, vemos que muitas pessoas e alguns alunos que têm dificuldades evidentes no uso da Matemática, dizem que pretendem escolher certas profissões ou desenvolverem habilidades, nas quais acreditam que ficarão "livres" desta disciplina, mas quando se dão conta da impossibilidade desta ação, eles se vêem obrigados a enfrentar e a vencer suas próprias dificuldades. Portanto, é bom nos acostumarmos com a ideia de que a Matemática se faz presente em quase tudo que formos realizar, pois ela está presente na vida das pessoas, nas empresas, no governo, nos hospitais, etc., sendo muito usada em nosso cotidiano, seja nas compras realizadas no comércio, nas operações bancárias, nos cálculos de engenharia, nas doses dos medicamentos indicados pelos médicos, nos gráficos usados nos jornais, na quantidade de calorias que ingerimos, na contabilidade de qualquer empresa, na taxa de juros que recebemos da poupança, etc. Resumindo, afirmamos que existem milhares de aplicações desta ciência em quase todos os setores que mantivermos relações sejam comerciais e pessoais.  Finalmente, salientamos que a Matemática é muito usada para resolver problemas, e que se não usada corretamente podemos ser reprovados no concurso, na faculdade, escola, etc. mas a Medicina resolve problemas mais graves ou seja, salva vidas, sendo que seu erro trás consequências muito mais graves que todos temos conhecimento. 

Esperamos que tenham gostado do assunto e que divulgue e compartilhe com seus amigos. Para isso você pode usar o atalho para as redes sociais, logo ao final do post ou divulgar o nosso endereço aos mesmos.

Se ficou dúvidas ou quiser deixar sua opinião, deixe seu comentário logo a final da matéria. Caso queira receber nossas matérias, que são publicações inéditas e semanais, cadastre-se como seguidor do Blog. Desde já, agradecemos sua visita, apoio e parecer. Muito obrigado!

A Matemática Aqui é Simples e Descomplicada!





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ficou alguma dúvida sobre a postagem acima ou quer deixar uma sugestão?
Escreva seu comentário no espaço apropriado, seja para elogiar, criticar ou expor dúvidas, que publicaremos e responderemos o mais rápido possível.

Atenção: Serão excluídos os comentários contendo propagandas e também aqueles que faltem com o respeito e educação a qualquer usuário do Blog ou, os que venham induzir nosso leitor a acessar conteúdos impróprios e eticamente não recomendados. Desde já, agradecemos sua participação!




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...