Muito Obrigado pela visita! Aproveite para se cadastrar gratuitamente como seguidor(a).

O primeiro dia de vida de uma criança, segundo "Chico Xavier" é a sua primeira aula! Conheça aqui mais de 400 artigos relacionados com Educação e a Matemática. Acesse e compartilhe!
Hoje é


Quer aprender Raciocínio Lógico, realizando muitas atividades e estudando sozinho? - Para acessar: →

Translate

domingo, 1 de maio de 2016

Por que Usar os Dedos no Aprendizado Escolar?

Será que é correto usar os dedos no aprendizado escolar?
Se você respondeu que sim, acertou, mas nem sempre foi assim. Num passado recente, no aprendizado inicial de Aritmética, muitos professores especialistas em educação infantil, equivocadamente sempre questionaram este fato, enfatizando que não deveríamos utilizar nosso corpo, assim como as mãos e os dedos para aprender e fazer estas operações. Muitos até pediam para seus alunos não utilizarem os dedos neste tipo de aprendizagem, alegando que isso era feio, que era coisa de criança, ou de forma autoritária proibiam a utilização dos dedos e das mãos para operar as continhas de aritmética. Mas, isso faz parte do passado, hoje sabemos que os dez dedos estão profundamente ligados ao sistema de base 10, os quais podem ser divididos pelas duas mãos, e que este fato está profundamente ligado com a história e o desenvolvimento da Matemática. A utilização dos dedos e também das mãos pelas crianças e adolescentes são extremamente importantes para a construção do conhecimento, desenvolvendo as habilidades e proporcionando o entendimento de muitos conceitos iniciais da Matemática, tais como: contar, entender o significado de número natural, efetuar as operações básicas de adição e subtração, ajudar na memorização da tabuada, sendo que nas séries subsequentes, ajuda no entendimento das séries numéricas, das progressões aritméticas e geométricas, etc.

Algumas pesquisas em neurociência revelaram uma ligação evidente entre o uso dos dedos e o desenvolvimento cognitivo da matemática, principalmente dos conceitos usando conjuntos e os números. Segundo estes estudos, as representações numéricas estão assentadas em três habilidades básicas: a capacidade inata para representar os tamanhos pequeno, médio e grande; as habilidades motoras concretas (com o dedo tocando objetos); e a capacidade para representar os números com o uso dos dedos mentalmente. Veja que os dedos podem representar muito no aprendizado, como por exemplo, estes podem nos dar a ideia de unidades (5 maçãs), de porcentagem (5%), de tamanho (2 metros), de valor e decimais (moedas, por exemplo: 0,10 reais), etc. E, isso com certeza reforça o reconhecimento e o aprendizado de muitos conteúdos escolares.  

Vários especialistas que estudaram a importância de usar os dedos para auxiliar o aprendizado, afirmam que o uso desta forma de memorização pode anexar estas representações numéricas numa região neural responsável pela representação da memorização no cérebro.  O argumento está baseado na ideia de que usando os dedos, eles constroem representações numéricas concretas e abstratas, com o devido entendimento dos conteúdos e ensinamentos envolvidos. 





A Gnosia Digital no Ensino Primário! 
O termo gnosia digital se refere ao aprendizado escolar usando as digitais ou dedos dos alunos e é muito utilizada pelas crianças para descobrir os objetos e fazer comparações, ou seja produzir comparações e descobrir evidências que facilitam o aprendizado de uma criança. Quando usamos os dedos, surgem automaticamente o entendimento das palavras que envolvem os símbolos numéricos. Os dedos são utilizados em todas as culturas para representar muitos objetos e está intrinsecamente ligado à representação de número. Além disso, uma vez que eles estão sempre ao alcance "da mão", as crianças frequentemente os usam para representar numerosidade ou quantidade, e também para contar e fazer operações matemáticas. Os dedos servem, portanto para agir como uma ponte nas representações concretas e é vista como um fio para representações abstratas, por exemplo descobrindo os conceitos de "quantidade" estando muito associado aos diversos tipos de cálculos de aritmética simples.

Efetivamente no Ensino Primário, os dedos são extremamente importantes para as crianças executarem tarefas de contagem com o apoio de suas mãos e para o desenvolvimento cognitivo dos conceitos subjacentes ao sentido do número e, por conseguinte, no entendimento da aritmética. Estudos recentes confirmaram esta hipótese, mostrando que não só as habilidades motoras concretas (ou dedo tocando), mas também eles são extremamente úteis para outras habilidades do conhecimento, como proporcionar o descobrimento das habilidades numéricas e computacionais das crianças neste tipo de ensino.

Em geral, esses estudos levam as confirmações de que os resultados indicam que é possível melhorar a gnosia digital (reconhecimento de objetos pelas crianças) nas crianças pequenas, e que isto pode proporcionar uma ajuda útil para a aprendizagem não só da matemática, mas também de outras áreas do conhecimento.

Aritmética Digital

Quase todos os sistemas de contar utilizados pelos povos primitivos baseavam-se na base 5, 10 ou na base 20. A base 5 significava o uso dos dedos de uma mão, e foi muito utilizada, assim como a base 10 estava ligada ao uso das duas mãos e também era muito usada. Em muitos idiomas, as palavras que significam o número 5 (cinco) e a mão eram sinônimos ou possuíam uma raiz comum. Sabemos que os Tamanacos, também conhecida como a tribo dos pés, que viviam na América do Sul, usavam a mesma palavra para 5 e para representar "uma mão inteira". Segundo eles, o número 6 significava um na outra mão, 7 significava dois na outra mão, 8 era representado pelo termo três na outra mão, e analogamente para o 9. O número 10 era representado por "ambas as mãos". Para exprimir do número 11 ao 14, eles estendiam ambas as mãos e contavam "um do pé, dois do pé", e assim sucessivamente até utilizar "um pé completo". O sistema continuava com o número 16 expresso como "um no outro pé", e por aí adiante até ao 19. O número 20 (vinte), para os Tamanacos, era a palavra representativa para "um índio", 40 para "dois índios" e assim sucessivamente.

Muitos pesquisadores no assunto, destacaram que, para contar, devemos tocar sucessivamente os dedos e as outras partes do corpo, quando podemos exprimir o conceito de número ordinário (primeiro, segundo, terceiro, ...).

Mas, quando os dedos são levantados de uma só vez, este gesto serve para significar a totalidade de um conjunto abordado, por exemplo, 3 rãs, querem dizer que este número engloba 3 partes inteiras de um conjunto.

CONCLUSÃO!

Aquela falsa ideia de que o aprendizado dos números naturais deveria ser considerada como uma atividade abstrata ou seja, de que o aluno nunca deveria se utilizar do corpo ou parte dele como mãos e dedos, e que utilizando-se deste recurso, pelas crianças, estas nunca se desprenderiam deste hábito estava totalmente equivocado. 

O uso dos dedos, assim como das mãos deve ser valorizado e utilizado na prática pedagógica, como extremamente importantes na construção do conceito de número pela criança, pois, contando nos dedos, as crianças começam a construir uma base simbólica, que é essencial neste processo, assim como na estruturação da sequência numérica do sistema de numeração decimal.

Se quiser conhecer um método muito eficiente, para o aprendizado da tabuada usando os dedos e as mãos, recomendamos acessar nosso artigo chamado: Aprendendo a Tabuada com os Dedos! 

Atenção!

Espero que tenham gostado do artigo e que compartilhe com seus amigos e pares. Para isso, recomendamos utilizar o atalho para as redes sociais que estão presentes ao final do texto, ou indicar nosso endereço aos mesmos.
Se ficou com dúvidas ou quiser criticar, elogiar ou deixar um recado, utilize o espaço para comentários presente logo ao final deste artigo.
Aproveitamos para convidá-lo a se cadastrar como seguidor do Blog e assim sempre receber gratuitamente nossos artigos.
Finalizando, agradecemos sua visita e apoio. Muito obrigado!
A Matemática Aqui é Simples e Descomplicada!




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ficou alguma dúvida sobre a postagem acima ou quer deixar uma sugestão?
Escreva seu comentário no espaço apropriado, seja para elogiar, criticar ou expor dúvidas, que publicaremos e responderemos o mais rápido possível.

Atenção: Serão excluídos os comentários contendo propagandas e também aqueles que faltem com o respeito e educação a qualquer usuário do Blog ou, os que venham induzir nosso leitor a acessar conteúdos impróprios e eticamente não recomendados. Desde já, agradecemos sua participação!




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...