Agradecemos sua visita. Aproveite e cadastre-se gratuitamente como seguidor(a).

Aqui a Matemática é Simples e Descomplicada! Acesse, comente e compartilhe nossos artigos.
Hoje é


Conheça Toda Matemática que é Cobrada no Exame ENEM! - Para acessar: →

Translate

quarta-feira, 22 de junho de 2016

Tudo que Você Precisa Saber Sobre a Matemática!

Todos Nós Precisamos Conhecer um Pouco de Matemática Básica?
Aquilo tudo que precisamos saber sobre a Matemática, depende muito do que pretendemos fazer no futuro profissional que vamos escolher. Se não vamos exercer uma profissão ligada à área das exatas como: Matemática, Engenharia, Professor, ou demais Especialistas no assunto, certamente ter apenas as noções básicas elementares são suficientes para aplicarmos em nossas relações cotidianas, comerciais e até profissionais. Aquele que afirma categoricamente que pode viver sem aprender nada de Matemática, infelizmente está completamente enganado. Mesmo que seu critério de escolha seja por uma profissão de outra área como humanas, entretenimento, saúde, etc. ainda assim, ele terá que ter algum conhecimento elementar desta disciplina, pois a Matemática faz parte da vida de todas as pessoas, inclusive está presente em quase todas as profissões. Por exemplo, até na área de saúde, quando focamos os exames, diagnósticos, os profissionais envolvidos devem saber sobre porcentagem, densidade, estatística, etc. 

Mas, focando no aprendizado escolar, o maior problema encontrado pelos alunos, ao sair formados no Ensino Médio e, então se candidatarem a uma vaga de emprego, pretendendo encontrar uma colocação no mercado de trabalho, certamente é por não ter  os conhecimentos mínimos necessários de Matemática Básica. Qual empresa vai contratar alguém que não saiba somar, dividir, multiplicar, fazer uma simples regra de três, realizar operações com as frações, entre outras noções elementares das operações matemáticas. Se sua escolha, por exemplo, for trabalhar com a tecnologia, certamente terá que ter noções sobre Lógica Matemática, mas se a escolha for trabalhar no mercado financeiro deverá ter noções sobre porcentagem, juros simples e compostos, etc. Note que todas estes conteúdos estão disponibilizados numa linguagem simplificada e que você pode encontrar fazendo uma simples pesquisa em nosso site.

A origem das dificuldades com a Matemática!
Esteja certo de que a Matemática pode ser entendida como uma linguagem simbólica, assim como qualquer outro tipo de comunicação; por exemplo a comunicação pela internet e chats se dá por uma linguagem abreviada e que não é reconhecida formalmente. Já a linguagem formal adotada no Brasil é a Língua Portuguesa. Quando os alunos se depararam com os estudos iniciais dos números e consequentemente das operações matemática, eles sentem muitas dificuldades de entendimento, talvez porque eles equivocadamente não tiveram contato com este tipo de linguagem na infância, por puro despreparo na educação que receberam de seus pais. Curiosamente, muitos deles preferem o aprendizado de línguas, porque eles se sentem confortáveis com o aprendizado das letras, palavras e até com o aprendizado de frases, e isso se deve ao contato que eles tiveram desde cedo, quando seus pais e tutores as compartilhavam quando eles eram ainda bebês ou crianças pequenas, seja no formato de leituras recitadas na hora de dormir, ou em letras de música usadas para descontração. Lembre-se que as primeiras palavras que aprendemos são: papai, mamãe, vovó, etc. e isso com certeza aguça o interesse destes pequenos pelo estudo das palavras desde a tenra idade.   
Poucos, porém, conversam e incentivam as descobertas com os números na infância, o que pode explicar o “susto” que muitas crianças levam quando começam a operar com eles durante o ensino básico. Diversos especialistas em suas pesquisas mostram que esse tipo de interação, dos pais com a criança, incentivando a descoberta dos números em casa, pode ser um grande fator de superação e previsão do sucesso futuro do estudante nesta matéria chamada matemática.


Como evitar o fracasso escolar?
Como vimos anteriormente, infelizmente estamos criando um ciclo vicioso, determinante para o fracasso escolar no aprendizado de Matemática, pois a falta de convívio e habilidade na idade infantil com os números, descobrindo quantidades, conhecimento das formas, etc., leva a muitas dificuldades do aluno quando ele se depara no período escolar e surge consequentemente o aprendizado das operações matemáticas. Em consequência disso, surge então as frustrações e a falta de interesse destes alunos para o entendimento das teorias que tratam desta disciplina e seus principais ensinamentos. Um estudo mostra que depois de certo tempo de estudos, quando os alunos se sentem desmotivados, estes já não encaram com coerência o aprendizado de matemática, ou seja eles podem relegar seus estudos dando pouca importância e sinalizam que podem conviver e levar sua vida, sem aprender o básico da matéria, já que se sentem incapazes de seu entendimento.

Por que as meninos têm mais facilidade com a Matemática?






Você já parou para pensar porque os meninos são mais interessados no estudo de matemática?  É uma grande verdade, realmente eles aprendem mais facilmente e isso já foi demonstrado por várias estatísticas. Talvez a resposta para esse problema, esteja no fato de que elas são constantemente desencorajadas em seguir seus interesses porque assimilaram equivocadamente aquele estereótipo de que meninas não são boas nas ciências exatas e isso ainda infelizmente persiste. Numa pesquisa realizada com 247 alunos do Ensino Fundamental na cidade americana de Seattle, no estado de Washington nos EUA, quando foram ouvidos 126 meninas e 121 meninos, que curiosamente apurou que as palavras ligadas a Matemática foram preferidas pelos garotos, enquanto que elementos ligados às linguagens, foram atribuídos às garotas. Outro fato é que desde crianças, os meninos e as meninas costumam receber brinquedos, objetos e tratamentos diferenciados. Enquanto que eles ganham um mini conjuntinho de ferramentas, carrinhos, etc., elas adoram ganhar bonecas, lousinhas e com isso são estimuladas a se expressarem sentimentalmente, usando da linguagem, da escrita, etc. Quem nunca ouviu faltar ou conhece a frase "Ela gosta de Português, eu adoro Matemática" como enfatiza o verso da famosa canção popular, que confirma o que acabamos de mencionar acima.

A ansiedade e a ojeriza pelos números e pela Matemática!
Estamos cansados de ver estampado nas redes sociais, inúmeras comunidades que têm grande quantidade de seguidores que detestam veementemente a Matemática. Quando alguém experimenta o medo e a ansiedade ao ver números em uma página, ou ter que realizar uma prova de Matemática, o cérebro experimenta, por exemplo, a mesma estimulação que teria ao ver uma cobra, aranha ou qualquer outro animal peçonhento. A ansiedade ou medo da matemática é real e muito comum atualmente e não devemos nunca ignorar isso. Um pouco destes sentimentos são consequências de maus profissionais e daqueles professores algebristas de Matemática que você pode conferir acessando nosso artigo chamado: Os Professores Algebristas de Matemática. Para sanar este tipo de problema, existem profissionais competentes da psicopedagogia ou psicólogos que podem ajudar na superação deste tipo de distúrbio. Também existem muitos exercícios específicos que podem reduzir o nervosismo e o estresse, para ajudar os alunos com dificuldades a se concentrarem em seus estudos e no aprendizado, ao invés de sentirem tédio e medo.

Hoje, visualizamos que muitas pesquisas nos mostram que pensar nos conceitos matemáticos a partir de imagens tridimensionais, podem aliviar a ansiedade e ajudar os alunos a exercitar seu raciocínio espacial, e consequentemente, melhorar seus rendimentos em matérias exatas como matemática, química e física.

CONCLUSÃO!
Todo bom professor deveria saber que, os alunos aprendem de forma e em tempos diferentes, e que caso ele sempre use uma única forma de ensinar e trabalhar com seus alunos, em consequência vai afastar, ao menos uma parte deles, pois como afirmamos nem todos aprendem da mesma forma e em tempos iguais. Aquele tipo de professor algebrista que sabe tudo, enquanto que os alunos nada sabem deve totalmente ser evitado. Pesquisas recentes têm demonstrado que a educação deveria ser personalizada, contrapondo-se ao modelo equivocado de colocar alunos de diferentes níveis juntos, pois aqueles poucos que aprendem com facilidade ficam ociosos pois acabam rapidamente suas lições e consequentemente ficam desmotivados e, enquanto que os que nada sabem (a maioria) nunca conseguem acompanhar a velocidade do aprendizado.
Se você quiser saber mais sobre técnicas, encontrando dicas preciosas para ensinar os alunos, sugerimos pesquisar nossos conteúdos publicados em nosso marcador: Pedagogia.

Atenção!
Espero que tenham gostado do artigo e que o compartilhe com seus amigos e pares. Para isso, sugerimos usar o atalho para as redes sociais ou indicar nosso endereço aos mesmos.
Se ficou com dúvidas, deixe seu comentário que vamos responder no menor prazo possível. Aproveite também o espaço para deixar sua sugestão para o aprendizado de Matemática, pois ele pode ajudar os muitos estudantes e leitores que regularmente visitam nosso Blog.

Finalizando, agradecemos o leitor pela visita, parecer e apoio. Muito obrigado!
A Matemática Aqui é Simples e Descomplicada!






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ficou alguma dúvida sobre a postagem acima ou quer deixar uma sugestão?
Escreva seu comentário no espaço apropriado, seja para elogiar, criticar ou expor dúvidas, que publicaremos e responderemos o mais rápido possível.

Atenção: Serão excluídos os comentários contendo propagandas e também aqueles que faltem com o respeito e educação a qualquer usuário do Blog ou, os que venham induzir nosso leitor a acessar conteúdos impróprios e eticamente não recomendados. Desde já, agradecemos sua participação!




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...