Muito Obrigado pela visita. Aproveite para se cadastrar gratuitamente como seguidor(a)!

"A Educação é a arma mais poderosa para mudar o mundo" (Nelson Mandela)
Hoje é


Saiba como se desenvolveu a Matemática, dos primórdios até chegar aos nossos dias atuais! - Para acessar: →

Translate

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Debate sobre o Professor!

Sabemos que a educação brasileira vem sofrendo muito com a baixa qualidade de ensino praticada em nossas escolas, principalmente no Ensino Médio e que vem despencando a cada ano, conforme demonstra os índices educacionais em níveis nacionais e até internacionais. Por isso, algumas mudanças nos rumos da educação se fazem necessárias para revertermos essa desconfortável situação, inclusive a que propõe mudanças significativas no Ensino Médio já foi aprovada pelos órgãos competentes. E, o professor faz parte desse processo de reformas que pretende implementar mais qualidade de aprendizado na educação em nosso país. Esse educador transmite inúmeros conhecimentos, quando atua frente uma sala de aula, quase sempre em salas improvisadas e superlotadas de alunos, ensinando Matemática, Língua Portuguesa, História do Brasil, entre outros conhecimentos, tais como Análise de Textos, Literatura, Geopolítica, Tabuada e o Teorema de Pitágoras, etc. Ele precisa atuar em várias escolas distantes, cumprindo uma jornada excessiva de trabalho para garantir uma renda mínima necessária para que possa alimentar sua família dignamente, inclusive trabalhando em algumas escolas que são carentes e improvisadas e, sobretudo, ensinar e aprender em condições precárias, e isso não é uma tarefa fácil. 
Mas, quando o assunto é mais abrangente e se quer a melhoria e a qualidade da educação, entre outros desafios da educação, sua opinião nunca é considerada no debate público, seja porque não foi procurado, ou ele mesmo não quer ou não pode falar. É quando surgem muitas vozes que estão nos gabinetes e escritórios com ar condicionado e cercados de conforto e que infelizmente não sabem da realidade que possam esses educadores e as escolas da periferia das grandes cidades e que muitas vezes definem um modelo equivocado de educação que não tem funcionado satisfatoriamente em nosso sistema de educação em nosso pais. Esses especialistas são munidos de muita teoria e não temos nenhuma dúvida de que são teoricamente brilhantes pelo enorme currículo que agregam, mas muitas vezes não tem a experiência vivenciada numa sala de aula nos dias atuais, quando as condições são adversas e totalmente desfavoráveis ao aprendizado escolar.

Vivemos atualmente numa sociedade que está mudando drasticamente, com muitos chefes de famílias sendo do sexo feminino, casais homo afetivos, novos costumes vem se consolidando, a tecnologia e o celular ganham cada vez mais espaço para a comunicação, fala-se uma coisa e pratica-se o oposto, onde vemos com apreensão muitos jovens que nem estudam e nem trabalham, muitos dizem não ter preconceitos, mas no anonimato praticam outros atos e assumem uma nova postura totalmente contraditória, o professor assumindo a responsabilidade de educar e que deveria ser da família, políticos e empresários corruptos que deveriam dar um bom exemplo as nossas crianças e aos jovens e que nunca assumem seus erros e sabemos que os mais jovens aprendem mais pelo exemplo do que pela teoria. E, por ai vai um mar de contradições e posturas equivocadas que certamente reflete negativamente na qualidade educacional praticada em nosso pais. Questões tais como: Como conviver com todas essas adversidades? Qual o papel da escola se a família não educa adequadamente seus filhos? Devemos usar essas tecnologias na sala de aula?  Por quê nossos jovens atuais não querem mais serem professores? São questões que exigem uma resposta, mas que infelizmente, ainda não sabemos como resolver ou que não temos a solução mais adequada... 





A Postura do Professor!
Pesquisando na rede Internet, descobrimos um artigo muito interessante e que foi escrito de uma forma cômica, mas muito oportuna e que retrata a postura dos professores, sobre o que muitas pessoas pensam desses valorosos  profissionais. Para aqueles mestres que querem se proteger, destacamos duas orações para serem utilizadas, rogando ao maior professor que conhecemos que foi Jesus Cristo, para que os ampare e proteja de todas maldades e adversidades que certamente eles vão encontrar pelo caminho no exercício dessa nobre profissão, e que deve ser lembrada toda vez que adentrarem numa sala de aula. Acreditamos que essa proteção é muito oportuna, principalmente nos dias atuais em que o mesmo tem sido alvo de inúmeras críticas, pesando muitas vezes sobre esses profissionais, infelizmente todo ônus pela qualidade indesejada no ensino brasileiro, e quando em sala de aula, ele ainda tem sido desrespeitado e desvalorizado equivocadamente por muitos ignorantes que certamente estão prestando um desserviço a nossa educação. Pasmem senhores que nem mesmo o piso nacional do professor que foi reajustado nesse ano para R$ 2.298,80 por 40 horas semanais é pago por muitas cidades brasileiras, configurando um verdadeiro descaso com nossa educação. Aproveitamos para lembrar a todos que sem essa valorosa profissão, não existiriam as demais, pois todos eles um dia foram alunos e tiveram um professor que os ensinasse a dar os primeiros passos rumo ao sucesso na sua profissão escolhida. Mas, vamos aos textos citados que são oportunos e por vezes muito verdadeiros.  

O PROFESSOR SEMPRE ESTÁ ERRADO!
O material escolar mais barato que existe na praça é o professor!
(essa foi uma famosa frase que disse um grande apresentador brasileiro).

Quando…
É jovem, não tem experiência.
É velho, está superado.

Não tem automóvel, é um coitado.
Tem automóvel, chora de “barriga cheia”.

Fala em voz alta, vive gritando.
Fala em tom normal, ninguém escuta.

Não falta às aulas, é um “Caxias”.
Precisa faltar, é “turista”

Conversa com outros professores, está “malhando” os alunos.
Não conversa, é um desligado.

Dá muita matéria, não tem dó dos alunos.
Dá pouca matéria, não prepara os alunos.

Brinca com a turma, é metido a engraçado.
Não brinca com a turma, é um chato.

Chama à atenção, é um grosso.
Não chama à atenção, não sabe se impor.

A prova é longa, não dá tempo.
A prova é curta, tira as chances dos alunos.

Escreve muito, não explica.
Explica muito, o caderno não tem nada.

Fala corretamente, ninguém entende.
Fala a “língua” do aluno, não tem vocabulário.

Exige, é rude.
Elogia, é debochado.

O aluno é reprovado, é perseguição.
O aluno é aprovado, “deu mole”.

É, o professor está sempre errado mas,
se você conseguiu ler até aqui, agradeça a ele!

(Fonte: Revista do professor de Matemática 36, 1988)

ORAÇÃO DO PROFESSOR (I)
"Obrigado Senhor, por atribuir-me a missão de ensinar e por fazer de mim um professor no mundo da educação.

Eu te agradeço pelo compromisso de formar tantas pessoas e te ofereço todos os meus dons.

São grandes os desafios de cada dia, mas é gratificante ver os objetivos alcançados, na graça de servir, colaborar e ampliar os horizontes do conhecimento.

Quero celebrar as minhas conquistas exaltando também o sofrimento que me fez crescer e evoluir.

Quero renovar cada dia a coragem de sempre recomeçar.

Senhor, inspira-me na minha vocação de mestre e comunicador para melhor poder servir.

Abençoa todos os que se empenham neste trabalho, iluminando-lhes o caminho.

Obrigado, meu Deus, pelo dom da vida e por fazer de mim um educador hoje e sempre. Amém!"
(Autor: Antonio Pedro Schlindwein)
ORAÇÃO DO PROFESSOR (II)
Dai-me, Senhor, o dom de ensinar,
Dai-me esta graça que vem do amor.

Mas, antes do ensinar, Senhor,
Dai-me o dom de aprender.

Aprender a ensinar
Aprender o amor de ensinar.

Que o meu ensinar seja simples, 
humano e alegre, como o amor.
De aprender sempre.

Que eu persevere mais no aprender do que no ensinar.
Que minha sabedoria ilumine e não apenas brilhe
Que o meu saber não domine ninguém, mas leve à verdade.

Que meus conhecimentos não produzam orgulho,
Mas cresçam e se abasteçam da humildade.

Que minhas palavras não firam e nem sejam dissimuladas,
Mas animem as faces de quem procura a luz.

Que a minha voz nunca assuste,
Mas seja a pregação da esperança.

Que eu aprenda que quem não me entende
Precisa ainda mais de mim,
E que nunca lhe destine a presunção de ser melhor.

Dai-me, Senhor, também a sabedoria do desaprender,
Para que eu possa trazer o novo, a esperança,
E não ser um perpetuador das desilusões.

Dai-me, Senhor, a sabedoria do aprender
Deixai-me ensinar para distribuir a sabedoria do amor.
(Autor: Antonio Pedro Schlindwein)

NOSSA OPINIÃO!
Na modesta opinião desse Blog educativo, podemos afirmar sem nenhuma dúvida que muitos professores, que deveriam ser mais valorizados e respeitados pelo excelente trabalho que desenvolvem junto a todos alunos e aos futuros profissionais, infelizmente vêm sendo desrespeitados, desvalorizados e até humilhados de uma forma totalmente equivocada por muitos pseudo educadores e governantes, desse que quer se transformar num grandioso país. Aproveitamos para dizer a esses demagogos que dizem ter "mentes brilhantes" que nenhum país do mundo será grandioso e será considerado desenvolvido, se não tiver uma boa educação que seja de qualidade para que possa formar profissionais competentes e brilhantes e alavancar nossa pesquisa e força laboral. Atualmente, muitos professores são por vezes questionados e até penalizados por suas práticas pedagógicas, notadamente quando encaminha o aluno para a diretoria por indisciplina, ora pela família, ora pela direção da escola, quase sempre pressionada pela família, e assim ele se sente sem autoridade suficiente para praticar sua missão com empenho e competência. O desafio para garantir maior qualidade na educação somente virá com ações voltadas para qualificar e valorizar o professor, garantindo treinamento e respeito a esse profissional, pois passa por ele todo processo educativo, inclusive equipando as escolas com materiais e condições mínimas para favorecer o processo de ensino e aprendizagem. Talvez muitos pensem equivocadamente, que mantendo uma educação deficiente e mais precária, fique mais fácil dominar e manipular aqueles que o elegeram e assim possam se perpetuar sempre no poder e ter vantagens e privilégios aéticos como o que infelizmente temos verificado nas últimas escolhas eleitorais.   

Espero que tenham gostado do post e que o divulgue aos seus amigos e pares. Para isso sugerimos que compartilhe esse artigo, usando o atalho para as redes sociais que estão presentes ao final do texto ou que indique nosso endereço aos mesmos. 
Aproveito para pedir ao leitor que mesmo sem se identificar, nos deixe um recado e exponha sua opinião sobre nossa educação e a postura do professor nesse contexto. 

Finalizando, agradecemos a todos pela visita e apoio. Muito obrigado!
A Matemática Aqui é Simples e Descomplicada!




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ficou alguma dúvida sobre a postagem acima ou quer deixar uma sugestão?
Escreva seu comentário no espaço apropriado, seja para elogiar, criticar ou expor dúvidas, que publicaremos e responderemos o mais rápido possível.

Atenção: Serão excluídos os comentários contendo propagandas e também aqueles que faltem com o respeito e educação a qualquer usuário do Blog ou, os que venham induzir nosso leitor a acessar conteúdos impróprios e eticamente não recomendados. Desde já, agradecemos sua participação!




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...