Muito Obrigado pela visita! Aproveite para se cadastrar gratuitamente como seguidor(a).

O primeiro dia de vida de uma criança, segundo "Chico Xavier" é a sua primeira aula! Conheça aqui mais de 400 artigos relacionados com Educação e a Matemática. Acesse e compartilhe!
Hoje é


Quer aprender Raciocínio Lógico, realizando muitas atividades e estudando sozinho? - Para acessar: →

Translate

quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

A Psicologia Aplicada na Matemática!

Na história da Psicologia, vemos que seu uso no ensino de Matemática tem se dado de várias formas e muitas maneiras, com perspectivas muito diferentes e cujos resultados são considerados extremamente positivos. Já no período inicial da psicologia científica, havia um enfrentamento entre os partidários de uma aprendizagem baseada na prática de habilidades matemáticas elementares e aqueles que defenderam que era necessário aprender sobre os conceitos e uma forma de raciocínio. 
Vale ressaltar que a aplicação da psicologia, em relação à matemática é uma abordagem principalmente baseada em modelos matemáticos, compostos por processos perceptivos, cognitivos, etc. Isto implica o estabelecimento de regras que se relacionam com as características quantificáveis de um estímulo com o chamado comportamento quantificável.

A psicologia matemática está intimamente relacionada com a psicometria, que nada mais são do que métodos quantitativos da psicologia, e se refere às muitas variáveis individuais, na maior parte estáticas, mas a psicologia matemática centra-se no processo de modelos de assimilação e percepção.

Somente para ilustrar, quando falamos das dificuldades dos alunos para o aprendizado de qualquer disciplina, inclusive da Matemática, a Psicopedagogia que surgiu para resolver problemas com o aprendizado de crianças, num dado contexto clínico, hoje também é tida como um dos ramos importantes da Psicologia que também vem sendo aplicada nas relações de ensino e aprendizagem, e ela busca na psicologia, psicanálise, psicolinguística, neurologia, psicomotricidade, fonoaudiologia, psiquiatria, entre outros campos do conhecimento, subsídios importantes para resolver muitos problemas que dificultam o aprendizado, propondo diversas técnicas de como se dá o processo de aprendizagem nos indivíduos e alunado.


A justificativa para a aplicação da psicologia matemática, aos estudos em psicologia e pedagogia é um fato sem dúvida, que é uma das causas que muito vem contribuindo para o enriquecimento de todas as ciências e, em geral, ela é explicada pela interdisciplinaridade, onde temos que a Matemática é aplicada em muitos outros campos do conhecimento, tendo em vista que usamos os números, frações, porcentagens, equações, probabilidade, entre outros, em disciplinas importantes como: Química, Geografia, Física, Engenharia, etc. 

Como sabemos que a psicologia é o estudo científico das relações entre processos mentais, emocionais e do comportamento, ela certamente vai ajudar na forma de organização do pensamento matemático, o qual sabemos que é muito abstrato e tem ocasionado grandes dificuldades de aprendizado para uma grande parte dos discentes. Elucidamos que Matemática e psicologia estão ligadas por três formas principais:







1. A primeira e uma das mais importantes é a que trata do estudo da cognição matemática, ou seja, quando e de que maneira se dá, o desenvolvimento do cérebro, a aquisição e aplicação do conhecimento matemático;
2. A segunda, não menos importante, investiga os sentimentos e atitudes em relação à matemática e aí entra o fantasma do medo excessivo em relação a Matemática, como ele surge na vida do estudante e pode causar verdadeiro pânico e ojeriza por esta disciplina ;
3. E a terceira, trata-se das  estatísticas particulares, usadas como uma ferramenta profissional para quantificar e analisar seus resultados científicos.

Ambas ciências se complementam e podemos ver também, que muito da Matemática vêm sendo aplicado satisfatoriamente em relação à Psicologia, por exemplo, como suporte principalmente, para a  criação e revisão de testes Psicométricos, quando a psicologia pode usar dos muitos conceitos, como estatísticas, porcentagens e probabilidades no tratando dos processos cognitivos que alguns indivíduos apresentam ao se submeterem ao tratamento psicológico. Por outro lado e complementando, inferimos que os estudos da psicometria, o qual é considerado um ramo da psicologia, que ele visa medir os aspectos psicológicos de uma pessoa, tais como as habilidades mentais, as dificuldades cognitivas e de conhecimentos, entre outros traços de personalidade.  Então, vemos o quanto a psicologia têm proporcionado de ajuda para o entendimento das causas que dificultam e atrapalham o rendimento do aprendizado escolar. 

Enfatizamos que a Matemática surgiu como uma necessidade do homem, criando os símbolos matemáticos para quantificar e facilitar a linguagem matemática. Como esta disciplina hoje ensinada é considerado por muitos como algébrica e até abstrata, a sua filosofia de ensino tem sido vista por muitos, como uma necessidade eminente indiscutível, dada a extrema importância dela para a vida, ao mesmo tempo em que alguns poucos a consideram extremamente difícil e por vezes até chata, e por isso, ela tem causado muitos transtornos psicológicos aos muitos envolvidos que não a entendem e partem para o ataque. Para saber mais sobre a filosofia da matemática, acesse nosso post chamado: A Filosofia Aplicada na Matemática!

Alguns alunos têm relatado muito medo ou chegam até a sofrer da síndrome do pânico, quando são submetidos a provas e testes matemáticos, os quais podem chegar até a faltar aos compromissos nestas ocasiões ou mesmo sentir calafrios e sudorese quando são cobrados para obterem resultados, e estes talvez necessitem de acompanhamento psicológico para sanar tais dificuldades.  Muitos destes sintomas também são atribuídos infelizmente aos muitos pseudo matemáticos que se consideram super inteligentes e que tratam seus alunos como meros ignorantes que nada sabem, como podemos observar em nossa matéria chamada O Algebrismo no Ensino de Matemática, que já foi publicada neste Blog e que recomendamos acessar.

CONCLUSÃO:
Na opinião deste modesto blog, a psicologia ajuda e muito a entender como se dá o processo de ensino e aprendizagem. É certo que em todas as escolas deveriam e algumas já possuem o acompanhamento de um profissional da psicologia para tratar de casos de desvios educacionais e resolvendo muitos conflitos entre alunos, pais e demais envolvidos neste processo. 
Se ficou alguma dúvida sobre a matéria, deixe seu recado que vamos responder no menor prazo possível.
Espero que tenham gostado do tema e se puder contribuir com sua opinião ou sugestão, deixe seu comentário ao final da matéria.
Ajude-nos na divulgação deste espaço, compartilhando nossos conteúdos com seus amigos, através das redes sociais, cujos atalhos se encontram ao final do post ou mesmo divulgando nosso endereço a todos. 
Desde já, agradecemos sua visita e apoio. Muito Obrigado!
A Matemática Aqui é Simples e Descomplicada!





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ficou alguma dúvida sobre a postagem acima ou quer deixar uma sugestão?
Escreva seu comentário no espaço apropriado, seja para elogiar, criticar ou expor dúvidas, que publicaremos e responderemos o mais rápido possível.

Atenção: Serão excluídos os comentários contendo propagandas e também aqueles que faltem com o respeito e educação a qualquer usuário do Blog ou, os que venham induzir nosso leitor a acessar conteúdos impróprios e eticamente não recomendados. Desde já, agradecemos sua participação!




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...